domingo, 23 de julho de 2017

Resenha: Adeus Tóquio de Cecilia Vinesse

14:02:00


Livro: Adeus Tóquio
Autor: Cecilia Vinesse
Editora: Globo Alt
Compre: Amazon
Sinopse: Sophia tem apenas uma semana em Tóquio antes de voltar a morar nos EUA. Sete dias para dizer adeus à cidade que a acolheu e que lhe deu seus únicos amigos. Entre caraoquês, comidas exóticas e cabelos coloridos, Sophia inicia a contagem regressiva do tempo que ainda resta para resolver todas as questões emocionais que a mantém ligada a essa cidade viva, elétrica e tão apaixonante.


ResenhaAssim que ouvi sobre Adeus Tóquio, eu sabia que ia adorar. Um livro contemporâneo estabelecido em Tóquio durante um período de sete dias? Sim por favor!

O livro segue Sophia enquanto ela entra na sua última semana morando em Tóquio antes de voltar para os EUA. Ela tem que dizer adeus a seus amigos e à cidade que ela ama, e ela está contando os segundos até que tudo acabe. Coincidindo com sua partida, no entanto, é a chegada de um velho amigo e com ele vem uma semana que Sophia nunca esquecerá.

Escrever um romance que vai do ódio a algo mais com uma linha de tempo de apenas sete dias não é um feito fácil. A viagem de Sophia e Jamie é a combinação perfeita de incomum e adorável. Seu início pode ter sido complicado, mas a montanha-russa que é sua relação não foi tão tumultuada quanto eu imaginava. Não se preocupe - apesar de Sophia ser tão anti-Jamie no início, há muitos momentos bonitos para manter os românticos suficientemente satisfeitos. Sua química foi grande e me fez defender-los em cada página. Juntos eles são super kawaii!

Este livro entregou uma história bem escrita e envolvente sobre vida, amor, família e mudança.

Uma das minha partes favoritas sobre em Adeus Tóquio foi quando a autora começou a explorar Tóquio através dos olhos de Sophia. Vinesse cria perfeitamente a configuração para que você se sinta como um personagem e você se torne tão familiar com isso durante o curso do romance como qualquer outro personagem. Como alguém que nunca esteve em Tóquio, fiquei um pouco nervosa no caso de eu não conseguir entender nenhuma referência ou piada, mas Vinesse teceu a atmosfera e a cultura lindamente.

Adeus Tóquio é uma história tão doce. Este é um livro onde você sabe quando (embora não seja necessariamente qualquer outra coisa) a história vai acabar desde o início - há literalmente uma contagem regressiva até que Sophia parta - mas uma vez que você chegar lá você desejaria que houvesse mais (eu não sou um fã de epílogos, mas terminei este livro, DESEJANDO saber o que acontece depois!). O começo, meio e fim de Adeus Tóquio foi perfeito para a história de Sophia e eu me diverti tanto com sua última semana no Japão com ela e seus amigos.

Eu li Adeus Tóquio em um dia porque me enganou desde o início - foi o escapismo perfeito. Cecilia Vinesse é uma voz emocionante adicionada à cena do YA e eu não hesitaria em pegar nenhum de seus futuros livros.

Detalhes:

Título: Adeus Tóquio
Autor (a): Cecilia Vinesse
Tradução: 
Alice Klesck
ISBN: 
978-8525062208
Tipo de Capa: Brochura
Número de Páginas: 264

Resenha: As Provações de Apolo - A Profecia das Sombras de Rick Riordan

14:02:00


Livro: A Profecia das Sombras
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Compre: Amazon
Sinopse: No segundo volume da série As provações de Apolo, o ex-deus olimpiano terá que libertar um oráculo assustador das mãos de um velho conhecido. 

Não basta ter perdido os poderes divinos e ter sido enviado para a terra na forma de um adolescente espinhento, rechonchudo e desajeitado. Não basta ter sido humilhado e ter virado servo de uma semideusa maltrapilha e desbocada. Nããão. Para voltar ao Olimpo, Apolo terá que passar por algumas provações. A primeira já foi: livrar o oráculo do Bosque de Dodona das garras de Nero, um dos membros do triunvirato do mal que planeja destruir todos os oráculos existentes para controlar o futuro. Em sua mais nova missão, o ex-deus do Sol, da música, da poesia e da paquera precisa localizar e libertar o próximo oráculo da lista: uma caverna assustadora que pode ajudar Apolo a recuperar sua divindade — isso se não matá-lo ou deixá-lo completamente louco.

Para piorar ainda mais a história, entra em cena um imperador romano fascinado por espetáculos cruéis e sanguinários, um vilão que até Nero teme e que Apolo conhece muito bem. Bem demais.

Nessa nova aventura eletrizante, hilária e recheada de péssimos haicais, o ex-imortal contará com a ajuda de Leo Valdez e de alguns aliados inesperados — alguns velhos conhecidos, outros nem tanto, mas todos com a mesma certeza: é impossível não amar Apolo.



ResenhaRick Riordan bateu outro home run com seu último livro. O homem que deixou a mitologia grega, romana e nórdica divertida de ler lançou seu segundo livro na série "As Provações de Apolo", A Profecia das Sombras, onde assistimos como o deus grego Apolo, tenta recuperar sua verdadeira forma, depois de ser transformado em um Adolescente chamado Lester.

Riordan escreveu vários livros usando a mitologia antiga para contar novas histórias emocionantes para crianças e, ao invés de recorrer ao seu primeiro personagem popular, Percy Jackson, Riordan usou essa popularidade para expandir sua própria mitologia. Essa nova história mostra como Apolo, o deus grego sobreviveu às provações e tribulações de estar preso na Terra, enquanto enfrentava três imperadores romanos imortais.

Em A Profecia das Sombras, Apolo e companhia que inclui Leo Valdez, personagem principal da série passada de Riordan, "Os Heróis do Olimpo", bem como Calipso, desembarca em Indianápolis em busca de um oráculo perdido. 

No mundo em constante expansão de Riordan, deuses gregos e romanos, monstros e personagens de todos os tipos podem aparecer em qualquer lugar. Riordan estabelece a história e cria personagens tão incríveis e adoráveis.

Eu tenho sido um longo leitor de Riordan e cada vez que eu pego um de seus novos livros, eu nunca espero que seja tão bom quanto o primeiro "O Ladrão de Raios". Cada vez que eu abro seu novo livro e leio a última página, eu me pergunto quando sua habilidade de me atrair e me levar para aquele mundo mágico falhará. Eu ainda tenho que experimentar isso, mas duvido que aconteça (amo o tio Rick). Com A Profecia das Sombras, Riordan escreveu mais uma vez uma história de aventura altamente agradável que qualquer criança e adulto vai gostar.

Eu acho que o sucesso de Riordan vem da personalidade com a qual ele injeta em seus personagens. A série As Provações de Apolo é narrada pelo deus Apolo, e traz aquilo que Riordan sabe fazer de melhor, criar personagens incrivelmente divertidos em um mundo real.

Tão divertido quanto assistir a luta de Apolo em sua forma humana, é o personagem de Meg McCaffrey, agindo como a consciência para Apollo, bem como companheiro de viagem. Para o apaixonado leitor de Riordan, você vê personagens notáveis ​​de livros passados, como Leo Valdez e Thalia Grace, mas eles não são os personagens principais, o foco aqui é Apolo e Meg. Sua relação é complicada e divertida de assistir. Meg pode, literalmente, mandar Apolo bater em seu próprio rosto, e ele teria que obedecer.

O vilão da história é perfeito. O imperador Cômodo, o jovem caçula de Roma, que Apolo tinha sido amigo à milhares de anos antes, tenta destruir a Caverna de Trofônio, um oráculo em Indiana. Apolo e Meg devem receber uma profecia da Caverna de Trofônio e evitar serem mortos por Cômodo e suas legiões.

Riordan é muito bom em fazer um livro de mais de trezentos páginas envolvendo deuses gregos e romanos uma divertida e maravilhosa leitura. Seu compromisso de desafiar seus leitores, que são principalmente crianças, usando personagens complicados do passado e tornando-os vivos é um crédito para seu talento.

O único problema em terminar um livro Rick Riordan é que você precisa esperar vários meses para o próximo. Agradeço aos deuses gregos e romanos que ele começou a publicar dois por ano. 

Detalhes:

Título: A Profecia das Sombras
Autor (a): Rick Riordan

ISBN: 
978-8551001714
Tipo de Capa: Brochura
Número de Páginas: 336

Resenha: Para Todos os Garotos que Já Amei - P.S.: Ainda Amo Você de Jenny Han

14:02:00


Livro: P.S.: Ainda Amo Você 
Autor: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Compre: Amazon
Sinopse: Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários.

Em Para todos os garotos que já amei, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em P.S.: Ainda amo você, Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.

Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.



ResenhaP.S.: Ainda Amo Você foi um dos meus livros mais esperados do ano. Com "Para Todos Garotos que Já Amei" deixando muitas perguntas, eu precisava de algumas respostas, especialmente porque haveria uma sequência. Eu era a garota mais feliz do mundo quando recebi da Editora Intrínseca um exemplar de P.S.: Ainda Amo Você (muito obrigado Intrínseca!). E estava ansiosa para ler e para saber se iria gostar. Bem, estou feliz em informar que eu amei.

Eu me senti extremamente incomodada e preocupada quando li o resumo de P.S.: Ainda Amo Você. O resumo do livro gritou ALERTA DE TRIÂNGULO AMOROSO! E eu estava definitivamente preocupada que isso estragasse tudo. No entanto, depois de ler P.S.: Ainda Amo Você, posso dizer que, apesar de o livro ter um tipo de triângulo amoroso, não havia elementos de triângulo amoroso irritantes. Você sabe, todos esses elementos irritantes usados em triângulos amorosos. Não posso dizer nada mais com medo de spoilers.

Ao ler o P.S.: Ainda Amo Você, um momento eu estava sorrindo com um sorriso pateta no meu rosto e no próximo momento, eu estava limpando minhas lágrimas durante um certo ponto do livro. Vocês definitivamente estão em um passeio selvagem.

Eu sei que muitas pessoas ficaram irritadas com Lara Jean em 
"Para Todos Garotos que Já Amei" porque ela era muito mais nova do que sua idade atual. No entanto, Lara Jean realmente amadureceu e cresceu em P.S.: Ainda Amo Você. Ela ainda não age completamente como sua idade - apenas dois anos mais nova - mas ela é muito mais brilhante e inteligente do que ela estava no livro anterior.

Eu amo o tema menor que estava acontecendo em P.S.: Ainda Amo Você - o livro explora e aponta os padrões duplos para meninas e caras. Eu não posso dizer muito mais, pois será um spoiler (eu me pergunto quanto tempo vou dizer isso em minhas resenhas), mas definitivamente aprovo o que Jenny Han estava fazendo.

Meu único problema com o P.S.: Ainda Amo Você foi que não tenho certeza se gostei o final. Na minha primeira leitura - sim, eu li P.S.: Ainda Amo Você mais de uma vez, foi tão bom - eu realmente gostei do final. Na segunda e terceira vez que li, tive mais e mais perguntas em minha mente. Eu acho que Jenny queria que tudo mais fosse deixado para a imaginação?, provavelmente não, já que ela escreveu um terceiro livro.

No geral, eu definitivamente gostei e amei P.S.: Ainda Amo Você. Se você é um fã de 
"Para Todos Garotos que Já Amei", você definitivamente vai gostar de ler o P.S.: Ainda Amo Você também!


Laura V

Detalhes:

Título: P.S.: Ainda Amo Você
Autor (a): Jenny Han

ISBN: 
978-8580578690
Tipo de Capa: Brochura
Número de Páginas: 304

Resenha: Três Coroas Negras de Kendare Blake

14:02:00


Livro: Três Coroas Negras
Autor: Kendare Blake
Editora: Globo Alt
Compre: Amazon
Sinopse: A cada geração na ilha de Fennbirn nascem rainhas trigêmeas: três herdeiras da coroa, cada uma com um poder mágico especial. Mirabella é uma elemental, capaz de produzir chamas e tempestades com um estalar de dedos. 

Katharine é uma envenenadora, com o poder de manipular os venenos mais mortais. E Arsinoe é uma naturalista, que tem a capacidade de fazer florescer a rosa mais vermelha e também controlar o mais feroz dos leões. Mas para coroar-se rainha, não basta ter nascido na família real. Cada irmã deve lutar por esse posto, no que não é apenas um jogo de ganhar ou perder: é uma batalha de vida ou morte. Na noite em que completam dezesseis anos, a batalha começa.


ResenhaEu deveria estar na cama agora. Devo ter uma boa noite de sono antes de começar minha semana de trabalho amanhã, mas não estou. Toda a esperança de ser produtiva hoje ou amanhã foi para o ralo quando eu comecei a ler Três Coroas Negras esta tarde. Desde que comecei o livro, não fiz nada além de ler, e agora estou revisando isso tarde da noite, porque EU NECESSITO QUE LEIA ESTE LIVRO, AGORA. Eu estou suando, já mandei mensagem para todos o meus amigos, necessito que todos leiam este livro. OMG!

Esta é uma fantasia YA incrivelmente maravilhosa, um conto de fadas dark sobre damas malvadas e é delicioso. Trata-se de três irmãs rainhas que devem lutar até a morte para obter a coroa.

Este mundo de fantasia ricamente imaginado e maravilhosamente detalhado é governado por um matriarcado. Cada menina é o destinatário de uma das três principais formas de magia. Existem naturalistas que tem a capacidade de fazer florescer a rosa mais vermelha e também controlar o mais feroz dos leões. Há elementalistas que são capazes de produzir chamas e tempestades com um estalar de dedos. Há envenenadores com o poder de manipular os venenos mais mortais. A rainha não tem relacionamento com suas filhas após o nascimento; Elas são separadas e enviadas para viver com famílias de acolhimento e treinar em suas respectivas artes.

Durante décadas, a facção do envenenador derrotou os naturalistas e os elementais e manteve o controle do trono, mas com o apoio do Templo da Deusa e suas sacerdotisas, este ano as coisas podem ser diferentes.

Entre três rainhas, apenas uma sobreviverá. Anos de treinamento em suas artes as levaram a esse momento, mas nenhuma delas está preparada para o caos que se segue. Os corações são quebrados, lealdades testadas, esquemas frustrados e amizades traídas. As rainhas devem decidir se querem jogar pelas regras e assassinar a única família que elas deixaram ou tomar as coisas em suas próprias mãos e desafiar a Deusa e seu reino.

Me tornei um fã de Kendare Blake no momento que li a primeira página, uma obra viciosa de YA que implora para ser devorado. Quando Três Coroas Negras chegou em minhas mãos eu praticamente destrui o envelope para poder desfrutar desta magnífica historia. A capa, é claro, é maravilhosa e absolutamente perfeita para a história.

Então eu amei este livro porque é um mundo de fantasia incrivelmente detalhado e fascinante construído em torno de mulheres poderosas. Além de ter uma escrita maravilhosa. 

Detalhes:

Título: Três Coroas Negras
Autor (a): Kendare Blake
Tradução: 
Alexandre D'Elia
ISBN: 
978-8525060792
Tipo de Capa: Brochura
Número de Páginas: 304

domingo, 9 de julho de 2017

Novo livro de John Green terá lançamento simultâneo no Brasil

14:07:00

Depois de seis anos, dois filmes e 4,5 milhões de livros vendidos no Brasil, John Green está de volta!

Em seu novo livro, Turtles All The Way Down (ainda sem título em português), vamos conhecer a história de Aza Holmes, uma jovem de 16 anos em busca de um bilionário desaparecido para tentar ganhar a recompensa oferecida. Um livro sobre amizades duradouras, reencontros inesperados, fan fictions de Star Wars e répteis neozelandeses. O livro será publicado simultaneamente com os Estados Unidos, em 10 de Outubro.

John Green incluiu na nova obra muitos elementos da própria vida, entre eles o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), com o qual conviveu por muitos anos – mas é uma história totalmente fictícia. Em entrevista ao Entertainment Weekly, o autor declarou:


“Há anos que trabalho em Turtles All The Way Down e estou animado para compartilhar essa história com os leitores, em outubro. É minha primeira tentativa de escrever diretamente sobre o tipo de distúrbio mental que afeta minha vida desde a infância, então, embora seja uma história ficcional, também é algo muito pessoal.”

O autor tem cinco romances publicados pela no Brasil, sendo eles, Quem é Você, Alasca? (WMF Martins Fontes e Intrínseca), A Culpa é das Estrelas (Intrínseca), Cidades de Papel (Intrínseca), O Teorema Katherine (Intrínseca) e Will & Will (Galera Record) em parceria com David Levithan.


Confira as resenhas de "Quem é Você, Alasca?" e "Cidades de Papel".

Jenny Han vem para Bienal do Livro Rio

14:00:00

A autora da série Para Todos os Garotos Que Já Amei virá ao Brasil pela primeira vez este ano para participar da XVIII Bienal Internacional do Livro Rio, no dia 2 de setembro. Jenny Han vem celebrar com os leitores brasileiros o lançamento de Agora e para sempre, Lara Jean, desfecho da trilogia que já conquistou mais de 100 mil corações no país.

Para todos os garotos que já amei foi lançado em 2015 e desde então vem encantando os românticos de carteirinha. Queridinha dos blogueiros, a série conta a história de Lara Jean, uma menina doce e tímida que vê sua vida virar de cabeça para baixo quando suas cartas de amor mais secretas são enviadas misteriosamente para os respectivos crushes.

Mais informações sobre o evento com Jenny Han na Bienal do Livro Rio serão divulgadas em breve. Infelizmente, a autora fará uma rápida passagem pelo Brasil e não há previsão de eventos em outras cidades.

Confira nossa resenha de "Para Todos os Garotos Que Já Amei".

Editora Intrínseca anuncia lançamento do novo livro da autora de "Simon vs. A Agenda Homo Sapiens"

13:55:00

Becky Albertalli encantou milhares de leitores com o sensível Simon vs. a agenda Homo Sapiens, romance que chegará ao cinemas em 2018 e que contará com um elenco incrível composto por nomes como Katherine Langford, Nick Robinson, Keiynan Lonsdale e Miles Heizer.

Em agosto, a autora — que participou da última Bienal Internacional do Livro de São Paulo — vai apresentar aos leitores brasileiros outra personagem inesquecível: Molly, uma garota que já viveu muitas paixões, mas só dentro de sua cabeça.

Os 27 crushes de Molly chega às livrarias a partir de 14 de agosto (já em pré-venda) e conta como a menina de dezessete anos acumulou tantas paixões. Embora sua irmã gêmea, Cassie, viva dizendo que Molly precisa ser mais corajosa, a garota não consegue suportar a possibilidade de levar um fora. Então, age com muito cuidado. Para ela, garotas gordas sempre têm que ser cautelosas.

Tudo muda quando Cassie começa a namorar Mina, e Molly pela primeira vez tem que lidar com uma solidão implacável e sentimentos muito conflitantes. Por sorte, um dos melhores amigos de Mina é um garoto hipster, fofo e lindo, o vigésimo sétimo crush perfeito e talvez até um futuro namorado. Se Molly finalmente se arriscar e se envolver com ele, pode dar seu primeiro beijo e de quebra se reaproximar da irmã.

Só tem um problema, que atende pelo nome de Reid Wertheim, o garoto com quem Molly trabalha. Ele é meio esquisito. Ele gosta de Tolkien. Ele vai a feiras medievais. Ele usa tênis brancos ridículos. Molly jamais, em hipótese alguma, se apaixonaria por ele. Certo?

Em Os 27 crushes de Molly, a perspicácia, a delicadeza e o senso de humor de Becky Albertalli nos conquistam mais uma vez, em uma história sobre amizade, amadurecimento e, claro, aquele friozinho na barriga que só um crush pode provocar.


Confira nossa resenha de "Simon vs. A Agenda Homo Sapiens".

domingo, 28 de maio de 2017

Resenha: Somos Todos Extraordinários de R.J. Palacio

17:44:00


Livro: Somos Todos Extraordinários
Autor: R.J. Palacio
Editora: Intrínseca
Compre: Amazon
Sinopse: A mensagem inspiradora do romance Extraordinário agora dirigida ao público infantil, em um livro ilustrado simplesmente encantador.

Extraordinário é um romance apaixonante e inspirador, que já tocou a vida de quase meio milhão de leitores só no Brasil. Publicada pela primeira vez em 2013, a história que acompanha o carismático Auggie Pullman, um menino de dez anos com uma grave deformidade facial que começa a frequentar a escola pela primeira vez, ganha agora uma edição dedicada às crianças, cuidadosamente pensada e elaborada com a intenção de levar a elas a forte mensagem de inclusão e gentileza que a autora R J Palácio imprimiu à sua obra.

Resgatando elementos da história original e inserindo os personagens em um mundo ilustrado que representa a imaginação do menino, Somos todos extraordinários vai deliciar todos os que já se emocionaram e os que ainda vão se emocionar com essa incrível história de superação, amizade e, acima de tudo, amor.



ResenhaUm dos meus livros favoritos de todos os tempos é "Extraordinário" de R.J. Palacio. Eu sei que não estou sozinho! Este livro ganhou vários prêmios e inspirou um movimento internacional chamado Choose Kind. E em novembro estreará um filme estrelado por Julia Roberts, Owen Wilson e Jacob Tremblay para citar um pouco do fantástico elenco. E por último mas não menos importante... Extraordinário é a inspiração por trás do novo livro ilustrado de Palacio, "Somos Todos Extraordinários"."Somos Todos Extraordinários" é um ótimo livro de imagens dirigido a crianças, o que significa que agora você pode compartilhar um pouco mais das maravilhosas mensagens de Extraordinário para as crianças mais novas. Está escrito e ilustrado por ninguém menos que RJ Palacio, e é positivamente precioso. Estou um pouco envergonhado de admitir isso, mas este livro trouxe lágrimas aos meus olhos. É tão emocionante e especial.

Auggie sabe que ele não é um garoto comum. Ele faz muitas coisas comuns. Ele se sente comum. Ele simplesmente não parece comum. Crescer como um garoto normal com um rosto diferente não é fácil, mas Auggie é extraordinário. Ele e sua companheira de confiança, Daisy, jogam bola, comem sorvete e usam sua imaginação para ir até o espaço. Eles sabem que não é apenas Auggie que é diferente. Todo mundo é diferente, e todo mundo é extraordinário - se eles pudessem vê-lo assim. Apresentando o amado herói de Extraordinário, esta aventura original escrita e ilustrada por RJ Palacio bate no desejo de cada criança de ser visto por quem eles realmente são.

"Somos Todos Extraordinários" quer passar essa mensagem, de que todos, independente de cor, raça, aparência, religião, somos diferentes e extraordinários.

Como muitos de vocês já sabem, Auggie é um garotinho com um rosto único. Ele é uma crianças normal, mas nem todos o enxergam assim. Apesar de ouvir sua mãe dizer-lhe que é uma "Extraordinário", Auggie vê como as outras pessoas olham para ele e ouve o que elas dizem. Auggie tem sua própria maneira especial de lidar com a dor. Ele coloca seu capacete e parte para o espaço com Daisy. É a partir daqui que Auggie percebe que existem bilhões de pessoas no mundo. Pessoas que são diferentes... como ele. Além disso, Auggie aceita que ele não pode mudar a forma que as pessoas o olham, mas talvez as pessoas possam mudar a maneira como eles o vêem.
"Somos Todos Extraordinários" é uma linda e maravilhosa história, com uma mensagem que pode derrubar preconceitos. Eu amo Auggie e sua história, e este livro torna simples o suficiente para as crianças de todas as idades entender que gentileza gera gentileza. Não só este livro ilustrado tentar mostrar a importância da aceitação e tolerância (que é especialmente relevante no mundo de hoje), mas também proporciona conforto para as crianças que se parecem ou se sentem diferentes dos seus pares. É realmente pertinente para todos!

Este livro é realmente um dos melhores livros ilustrados que eu já vi. É uma leitura única e obrigatória para todas as crianças e pais, e eu sei que é um livro que pode fazer a diferença na vida das crianças e adultos.



Detalhes:

Título: Somos Todos Extraordinários
Autor (a): R.J. Palacio

ISBN: 
978-85-510-0162-2
Tipo de Capa: Brochura
Número de Páginas: 32

Resenha: Em Busca de WondLa de Tony DiTerlizzi

17:33:00


Livro: Em Busca de WondLa
Autor: Tony DiTerlizzi
Editora: Intrínseca
Compre: Amazon
Sinopse: Eva Nove tem doze anos e sempre morou com Mater, uma robô azul-clara extremamente amorosa e maternal, em um abrigo subterrâneo ultratecnológico no planeta Orbona. Quando um estranho invade e destrói o lar que as duas dividem, a menina é obrigada a fugir para a superfície — um mundo que ela só conhece por meio de holoprogramas. Apesar do perigo, é a primeira chance que tem de perseguir seu maior desejo: encontrar alguém como ela, outro humano. Eva sabe que eles existem porque guarda um item valioso: uma ilustração de uma garotinha, um adulto e um robô, junto de uma estranha palavra: “WondLa”.

A busca vai levá-la a descobertas que vão muito além de suas maiores expectativas, em uma jornada surpreendente, divertida e emocionante, que vai tirar o fôlego do leitor e inspirar muitos sonhos.



ResenhaQuando um invasor viola a segurança de sua casa subterrânea - o Santuário onde ela viveu por todos os seus 12 anos - a jovem Eva Nove de repente é empurrada acima do solo para um mundo desconhecido e potencialmente perigoso. É um mundo que sua "mãe", um robô apropriadamente apelidado de Muthr, há muito a preparou para ela, sem nunca saber quando, ou como, esse momento chegaria.

Eva Nove, que aparentemente é a única humana no planeta Orbona, encontra vários personagens estranhos - incluindo Rovender Kitt (um tipo de Jar Jar Binks) e um ursinho bondoso - que a ajudam a viajar e a procurar respostas para quem ela realmente é. Sua única pista? Uma imagem de uma garotinha, um adulto e um robô junto de uma estranha palavra "WondLa".

Através de uma série de escapadas surpreendentes e viagens por terras com vistas espetaculares e povoadas de criaturas curiosas, Eva - junto com seus companheiros e viagens partem para um futuro incerto.

"Em Busca de WondLa
" é escrito em um estilo tradicional e me lembrou muito dos clássicos. Eu não quero falar muito sobre o livro, porque vai estragar a experiência de leitura, mas a homenagem a um certo clássico livro infantil foi definitivamente a intenção do autor.

As ilustrações neste livro são incríveis. Eles são charmosos e realmente trazer os personagens à vida. O livro explora um mundo que é em grande parte alheio ao leitor - plantas, animais e paisagens são transformadas - o conceito é tão de outro mundo que eu não acho que eu poderia ter visualizado sem os desenhos de DiTerlizzi. O vasto mundo que é construído dentro deste livro é uma maravilha e sem dúvida a maior força do livro.

O enredo do livro segue a jornada de Eva para o mundo além do Santuário. Ela está procurando WondLa e outros seres humanos. O autor explora temas de solidão, perda, família e amizade. Minha parte favorita do livro foi quando Eva se sentiu insignificante olhando para as estrelas. Eu amei a maneira como o autor conseguiu esse sentimento. Isso me fez pensar sobre o nosso lugar no universo de uma maneira inteiramente nova.

"Em Busca de WondLa
" é um inovador e peculiar com estranhas ilustrações de tirar o fôlego.

Detalhes:

Título: Em Busca de WondLa
Autor (a): Tony DiTerlizzi

ISBN: 
978-85-8057-178-3
Tipo de Capa: Brochura
Número de Páginas: 400

Resenha: Academia Jedi - O Retorno de Padawan de Jeffrey Brown

17:32:00

Livro: O Retorno de Padawan
Autor: Jeffrey Brown
Editora: Aleph
Compre: Amazon
Sinopse: Roan Novachez achou que seu segundo ano na Academia Jedi ia ser fácil, e foi… no começo. Ele construiu um robô super legal, foi numa excursão para um planeta gelado, e evitou a comida alienígena de Gammy. Mas aí tudo ficou confuso! O treinamento de piloto estelar foi bem mais difícil do que ele imaginava, seus melhores amigos começaram a ignorá-lo, e os valentões da turma estão tentando levá-lo para o lado sombrio. Justo quando Roan achou que tinha me acostumado com a escola…


ResenhaAcademia Jedi: O Retorno de Padawan é sobre Roan Novachez, um padawan que está prestes a iniciar seu segundo ano na Academia Jedi. Parece que este será o melhor ano, mas as coisas tomam um rumo inesperado. Ele entra em briga com seus amigos, o treinamento fica muito difícil, e os valentões de classe não parecem tão ruins ... Apenas uma pergunta permanece: ele vai para o lado negro?

Este livro é muito interessante para mim porque é muito semelhante aos filmes de Star Wars e tem uma grande história. Academia Jedi: O Retorno de Padawan acontece no mesmo universo de Star Wars, e muitas coisas no livro são as mesmas dos filmes, como os planetas e alguns personagens.

Brown apresenta outro conto espetacular após os altos e baixos da jornada de Roan Novachez em seu segundo ano na Academia Jedi. Ele enfrenta alguns desafios inesperados: problemas com meninas, bullying, companhia errada, e maltratar seu melhor amigo. Os personagens, embora colocados em um universo fictício, refletem crianças e situações reais, hoje em dia. Pegue o Holobook, por exemplo, que é o equivalente ao Facebook. Houve casos de cyberbullying, onde certos personagens escreveram comentários significativos dirigidos a seus colegas de classe. Brown fez um trabalho sensacional retratando essa prática comum atualmente ocorrendo na mídia social e suas repercussões. Demonstrar às crianças que é errado tratar os outros de maneiras cruéis é errado, é essencial.

Outro aspecto maravilhoso do livro de Brown é como ele incorpora uma moral na história. Como leitor, você vê os eventos se desenvolverem através da perspectiva de Roan, e como resultado, você aprende a lição final com ele: a comunicação é a chave. A razão pela qual Roan teve um ano difícil na escola foi porque ele não se comunicava bem com seus amigos. Sem uma comunicação adequada, as coisas são mal interpretadas e poderiam levá-lo por um caminho escuro.

O humor está exatamente na medida certa. Assim como seu antecessor, a arte é cativante e inspirador porque agora eu quero pegar meu próprio lápis e esboçar minhas próprias histórias. Composto de entradas de diário, esboços, holomails, panfletos e muito mais, a sequência de Brown é certamente um livro para todas as idades com muita diversão e aprendizado.

Se você é um fã de Star Wars, ou você gosta de ler livros com grandes histórias, este seria um livro incrível para ler.


Por Pedro L.

Detalhes:

Título: O Retorno de Padawan
Autor: 
Jeffrey Brown

ISBN: 9788576573067
Idioma: Português
Tipo de Capa: Capa Dura
Número de Páginas: 
176



Resenha: Boa Noite, Darth Vader de Jeffrey Brown

17:32:00

Livro: Boa Noite, Darth Vader
Autor: Jeffrey Brown
Editora: Aleph
Compre: Amazon
Sinopse: Episódio: hora de dormir. As habilidade de pai de Darth Vader são colocadas à prova quando Luke e Leia se negam a ir para cama. Será que ele consegue acalmá-los lendo histórias sobre Han Solo, Yoda, Boba Fett, e outros personagens, cada um deles se  preparando para dormir? A obra foi escrita e ilustrada pelo premiado quadrinista Jeffrey Brown, o mesmo autor de Darth Vader e Filho, Princesinha de Vader e a série Academia Jedi.

ResenhaHá muito tempo, em uma galáxia muito, muito distante… até Darth Vader tem dificuldade em fazer seus gêmeos dormir. Os pequenos Luke e Leia exigem uma história para dormir, então este livro é a história que Vader lê para eles. "Boa Noite, Darth Vader" é divertido para toda a família.

Todos os grandes personagens das histórias de Star Wars estão se preparando para ir pra cama: R2D2, Yoda, Chewbacca, Darth Maul, Han Solo, Boba Fett, os bebê Ewoks, Padmé e Jar Jar. Enquanto os personagens se preparam para ir dormir, as crianças vão ouvir suas histórias. Os dróides e personagens se preparam para uma boa noite de sono enquanto Darth Vader lê para seus filhos adoráveis.



"Boa Noite, Darth Vader" de Jeffrey Brown, é um livro fantástico que vai deliciar os jovens fãs da saga Star Wars. Imagina Vader como um pai bocejando exausto. Tudo o que ele quer é que seus filhos compreendam "o poder do sono".

Você ou seus filhos precisam conhecer os personagens de Star Wars para curtir este livro? Provavelmente não, mas ajuda. E honestamente, a maioria das pessoas nos dias de hoje tem alguma noção de quem são os personagens. Eles são parte da cultura pop, afinal.

Para os pais que estão procurando um novo livro para ler para seus filhos à noite, isso é exatamente o que você estava procurando. É bem-humorado, cheio de desenhos divertidos, rimas encantadoras e uma grande história. 


Jeffrey Brown escreveu vários pequenos livros sobre Darth Vader e seus filhos. Os pais gostam de compartilhar os personagens com seus próprios filhos, e este livro é realmente uma pequena história para os jovens ouvir enquanto se prepara para ir dormir.

As crianças que assistem a série de animação Clone Wars na Cartoon Network verão rostos conhecidos como Yoda e a Padawan Ahsoka. Mas apenas os fãs mais ávidos vão reconhecer criaturas mais obscuras como o Sarlaac ou Dianoga. No entanto, as caprichosas cenas de dormir de Brown manterão as crianças rindo com cada página.


Por Pedro L.

Detalhes:

Título: Boa Noite, Darth Vader 
Autor: 
Jeffrey Brown

ISBN: 9788576573357
Idioma: Português
Tipo de Capa: Capa Dura
Número de Páginas: 
408



quarta-feira, 24 de maio de 2017

Extraordinário: Adaptação de R.J. Palacio com Jacob Tremblay ganha primeiro trailer

23:24:00

Saiu nesta quarta-feira, 24 de maio, o primeiro trailer de “Extraordinário”, filme com Jacob Tremblay e Julia Roberts.



Em “Extraordinário”, August Pullman (Jacob Tremblay) é um garotinho com uma rara deformidade facial que começa a frequentar aulas na escola pela primeira vez. Julia Roberts é Isabel, a mãe dele, e Owen Wilson é Nate, seu pai. Ainda temos Sonia Braga interpretando a vó de August, que é mesmo brasileira na trama; e Mandy Patinkin, de “Homeland”.


Extraordinário” é baseado no livro homônimo de R.J. Palacio e tem como diretor Stephen Chbosky, de “As Vantagens de Ser Invisível” e co-roteirista de “A Bela e a Fera”. O filme chega aos cinemas no dia 17 de novembro nos Estados Unidos; no Brasil, estreia dia 23 do mesmo mês.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Resenha: A Química Que Há Entre Nós de Krystal Sutherland

16:55:00


Livro: A Química Que Há Entre Nós
Autor: Krystal Sutherland
Editora: Globo Alt
Compre: Amazon
Sinopse: Grace Town é esquisita. E não é apenas por suas roupas masculinas, seu desleixo e a bengala que usa para andar. 

Ela também age de modo estranho: não quer se enturmar com ninguém e faz perguntas nada comuns. 


Mas, por algum motivo inexplicável, Henry Page gosta muito dela. E cada vez mais ele quer estar por perto e viver esse sentimento que não sabe definir.



Resenha

AMOR EM MUITAS FORMAS

No primeiro capítulo, Henry, o protagonista, apresenta “A Química Que Há Entre Nós” como uma espécie de história de amor. Uma típica história de amor. É também um livro notável e eloqüente sobre desgosto e amor em várias formas - romântico, amigável, divertido, e assim por diante.

Quando Grace entra na vida de Henry ela está absolutamente quebrada. Ela é uma sombra de quem ela costumava ser. Como esperado, Henry tenta juntá-la novamente. Nesse processo, ele descobre que é preciso mais do que amá-la.

AMIGOS ESTRANHOS SÃO AMIGOS PARA A VIDA

Murray e Lola são hilariantes melhores amigos de Henry. Murray particularmente tem peculiaridades estranhas e é assumidamente obcecado pela sua ex. Isto traz um bom número de momentos cômicos. Adicione o fato de que ele é australiano e usa expressões que o resto não entende.

Lola e Henry também têm uma grande dinâmica. Que pena para Henry que depois de seu primeiro beijo com ela anos atrás, ela assumiu ser lésbica. Então, sim, leitores em busca de livros que contenham um elenco diverso, adicione 
"A Química Que Há Entre Nós" em sua lista!

Eu me apaixonei completamente pelos personagens de 
"A Química Que Há Entre Nós". O que foi mais espetacular sobre eles foi o quão único cada um deles foi. Todos eles tinham suas peculiaridades e imperfeições, características distintivas, e havia momentos em que eu queria abraçá-los ou bater-lhes. Havia também bastante representação neste romance, que era lindo de se ver. Mas o que eu mais gostava dos personagens era o modo como interagiam uns com os outros. As piadas que eles fizeram, a maneira como ambos se incomodavam e se apoiavam uns aos outros, e como eles se sentiam tão vivos e reais, faziam parte do que tornou este livro tão extraordinário. Eu senti como se estivesse conhecendo pessoas reais . Estes não são apenas personagens unidimensionais que poderiam ser claramente categorizados ou inseridos em um estereótipo particular. Suas vidas eram confusas e complicadas, e foi isso que me fez me conectar com eles da maneira que eu fiz.

INTROSPECÇÃO

Em meio à tristeza e risos, eu gosto que "A Química Que Há Entre Nós" é consideravelmente introspectivo. Morte e sofrimento são tratados com a devida profundidade. Embora eu pensasse que os mecanismos de enfrentamento de Grace eram gravemente insalubres.

O que 
"A Química Que Há Entre Nós" retrata especialmente bem é a diferença entre amar uma pessoa e amar a idéia de uma pessoa. Como podemos ter certeza de que conhecemos uma pessoa? Em que ponto estamos projetando a pessoa ideal? O eu passado pode ser apagado ou permanece parte do eu presente?

...

Talvez o aspecto mais importante de "
A Química Que Há Entre Nós" fosse a ênfase na diferença entre se apaixonar por uma pessoa e se apaixonar pela ideia de uma pessoa. Dessa forma, lembrava muito "Cidades de Papel" de John Green, pelo qual o protagonista acha que ama uma garota quando ele realmente não sabe quem ela é - ele está simplesmente apaixonado pela ideia dela e pelo mistério que parece cercá-la. A dose de realidade oferecida por esse romance nos permitiu perceber como nos apaixonamos com tanta frequência com a pessoa que queremos ver, não com quem elas realmente são. Talvez esse seja o tipo de amor mais perigoso de todos. Não é apenas perigoso porque você vai acabar caindo para alguém que não existe, mas também porque isso efetivamente objetifica a pessoa que você anexou uma imagem e faz deles o produto de sua imaginação.

Em última análise, 
"A Química Que Há Entre Nós" é um retrato realista e honesto de amor e desgosto que permite ao leitor perceber a diferença entre se apaixonar por uma pessoa e se apaixonar com a ideia de uma pessoa. Não só foi este um dos meus livros favoritos do ano , é um livro cujos personagens únicos e mensagens eternas vai ficar comigo por um longo tempo.

Detalhes:

Título: A Química Que Há Entre Nós
Autor (a): Krystal Sutherland
Tradução: 
Alexandre Raposo
ISBN: 
978-85-510-0140-0
Tipo de Capa: Brochura
Número de Páginas: 336

Resenha: Quem Era Ela de JP Delaney

16:54:00


Livro: Quem Era Ela
Autor: JP Delaney
Editora: Intrínseca
Compre: Amazon
Sinopse: Tudo que é seu hoje, um dia já foi dela. Ela era como você. E, ao tentar fugir, você fará as mesmas escolhas e seguirá pelo mesmo caminho.

É preciso responder a uma série de perguntas, passar por um criterioso processo de seleção e se comprometer a seguir inúmeras regras para morar no nº 1 da Folgate Street, uma casa linda e minimalista, obra-prima da arquitetura em Londres. Mas há um preço a se pagar para viver no lugar perfeito. Mesmo em condições tão peculiares, a casa atrai inúmeros interessados, entre eles Jane, uma mulher que, depois de uma terrível perda, busca um ponto de recomeço.

Jane é incapaz de resistir aos encantos da casa, mas pouco depois de se mudar descobre a morte trágica da inquilina anterior. Há muitos segredos por trás daquelas paredes claras e imaculadas. Com tantas regras a cumprir, tantos fatos estranhos acontecendo ao seu redor e uma sensação constante de estar sendo observada, o que parecia um ambiente tranquilo na verdade se mostra ameaçador.

Enquanto tenta descobrir quem era aquela mulher que habitou o mesmo espaço que o seu, Jane vê sua vida se entrelaçar à da outra garota e sente que precisa se apressar para descobrir a verdade ou corre o risco de ter o mesmo destino. Com um suspense de tirar o fôlego e um clima de tensão do início ao fim, JP Delaney constrói um thriller brilhante repleto de reviravoltas até a última página. Uma história de duplicidade, morte e mentiras.


ResenhaTenho um verdadeiro fascínio por thrillers psicológicos como "Garota Exemplar", "A Garota no Trem" e "A Viúva", então ler esta história foi um prazer absoluto. Do início ao fim, essa história foi envolvente, acelerada e uma história que me deixou absolutamente envolvido, porque viaja entre o passado e presente dos pontos de vista de Emma: uma mulher que morreu em Folgate Street; e Jane: uma mulher determinada a ter certeza de que ela não sofre o mesmo destino que Emma, ​​então ela precisa saber o que aconteceu. 

Emma era uma mulher muito problemática com problemas de auto-estima; desesperada o suficiente para mentir para salvar sua pele em situações que ela sentia que era necessário. De certa forma, eu sentia pena dela, e então em outras vezes, eu podia entender por que aqueles que ela pedia ajuda não estavam dispostos a ajudá-la. Quanto a Jane, ela é o oposto total de Emma. Ela é forte, corajosa e eu gostei de como ela estava determinada a descobrir o que aconteceu com Emma. Não só estava se protegendo de futuras mágoas, mas acreditava que Emma merecia justiça e precisava saber se o novo homem em sua vida representava um perigo para ela, o que era compreensível, já que ele era um mistério.

Eu realmente gostei de Jane e os personagens secundários certamente fez esta história interessante. O policial que tentou ajudar Emma fez o seu melhor sob as circunstâncias que ele teve que trabalhar, mas não teve isso fácil após a sua morte. Edward Monkford já sofreu bastante em sua vida, mas por algum motivo, parece ter um tipo problema quando se trata de mulheres e fará qualquer coisa para estar com Jane, mesmo que isso signifique usar as mesmas palavras que ele usou em Emma para seduzi-lá.

No entanto, o personagem secundário que mais gostei foi o terapeuta de Emma. Ela me fascinou com seus contos de Emma e seus avisos para Jane. Será que Jane leva a sério, ou ela já estava presa a Edward? Será que Jane chegaria à conclusão certa sobre quem feriu Emma antes que fosse tarde demais para se salvar? Depois, havia os personagens que eu não podia lidar, como as pessoas que fizeram com que Emma tivesse medo de sua própria sombra. Mesmo que Emma causasse muitos problemas para si mesma, era difícil não sentir pena dela.

Delaney magistralmente justapõe o ambiente estéril e organizado de Folgate Street com o caos desarrumado e incontrolável que é a natureza humana. O elenco de personagens é fascinante, cada um com segredos que enterraram profundamente. A desconfiança se intensifica ao longo de toda a narrativa constantemente em movimento, de múltiplas camadas, até seu final chocante e totalmente satisfatório.

"Quem Era Ela" oferece suspense psicológico superior - perfeitamente estimulante e habilmente trabalhado. Todos deveriam ler este livro.

Detalhes:

Título: Quem Era Ela
Autor (a): JP Delaney
Tradução: 
Regiane Winarski
ISBN: 
978-85-510-0070-0
Tipo de Capa: Brochura
Número de Páginas: 336

FOLLOW @ INSTAGRAM

Sobre Nós

PaperTowns

Criado em Março de 2013, o The Paper Towns surgiu como um simples blog voltado para o mundo da literatura. A proposta do The Paper Towns é, sem dúvida, criar entretenimento literário diversificado e diferenciado para seus leitores. Temos como objetivo, informar, dar opiniões, resenhar, tudo relacionado com o mundo literário.




Facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *