domingo, 20 de março de 2016

Resenha: Para Todos os Garotos que Já Amei de Jenny Han



Livro: Para Todos os Garotos que Já Amei
Autor: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Compre: Amazon
Sinopse: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou - cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.

Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.



ResenhaÀs vezes, dando a um autor uma segunda chance pode ser a melhor decisão que você já fez. Você não pode sempre julgar um autor por um único livro. Só porque eu particularmente não gostava de seu romance, "Dente por Dente", não significa necessariamente que eu não iria desfrutar de outros romances dela e quando este romance foi lançado, eu tinha um alto desejo de lê-lo.

Em primeiro lugar, a ideia de escrever cartas para os meninos que partiu seu coração... isso é brilhante. Eu absolutamente amo isso. Mesmo se você não tem nenhum desejo de enviá-los. Parece... libertador. Você aprende muito sobre Lara, e sua família e seus relacionamentos e como ela se sente sobre o amor com estas cartas, e eu amei a incorporação deles na história e como eles são importantes para as relações e amizades que Lara Jean cria.

Em segundo lugar, eu realmente amo os meninos que são introduzidos no romance, todos eles. Sem entrar em muitos spoilers, eu realmente não sabia em quem torcer neste livro. Você começa o romance torcendo por um menino e, em seguida você está questionando-o e torcendo por outra pessoa, e logo depois, louco o suficiente, você volta para o primeiro garoto. É apaixonante e divertido.

Eu também amo a personagem de Lara Jean. Ela é tão real e divertida, e ela veste figurinos de Harry Potter no Dia das Bruxas (sério, como não amar?). Ela é tão divertida, e eu adoro isso nela. Eu amei quando as cartas foram enviados para os garotos (eu necessitava saber o que ia acontecer). Ela é estranha e peculiar e eu amo isso nela. E, oh, Deus, toda vez que ela fica atrás do volante de um carro, eu tinha que parar de ler para não rir em voz alta (Lara eu te entendo, carros são monstros disfarçados).

Por último, eu amo a dinâmica entre as três irmãs: Margot, Lara e Kitty. Isso era uma grande parte do apelo da história para mim, porque essa relação familiar me fez sentir a história de forma mais real. A responsabilidade que Margot sente por suas irmãs, a maneira como ela cuida delas, e se sente como se estivesse abandonando-as, indo para a faculdade. Não é apenas uma história de amor, é uma história de amizade e família, provando mais uma vez que um YA pode dar certo sem os costumeiros problemas jovens com seus familiares.

Basicamente, Jenny Han é incrível, e eu estou super contente de ter lhe dado uma nova chance. 


O final pode não satisfazer algumas pessoas, mas eu adorei. Na minha opinião este livro não precisa de uma sequência (ou talvez precise, quanto mais Lara Jean melhor). Estou com muito medo da sequ
ência não ser tão perfeito como o primeiro (eu confio na Jenny Han). Mas com certeza eu irei ler, porque agora Jenny Han mora no meu coração.

Detalhes:

Título: Para Todos os Garotos que Já Amei
Autor (a): Jenny Han
Tradução: Regiane Winarski
ISBN: 
978-85-8057-726-6
Tipo de Capa: Brochura
Número de Páginas: 320

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre Nós

PaperTowns

Criado em Março de 2013, o The Paper Towns surgiu como um simples blog voltado para o mundo da literatura. A proposta do The Paper Towns é, sem dúvida, criar entretenimento literário diversificado e diferenciado para seus leitores. Temos como objetivo, informar, dar opiniões, resenhar, tudo relacionado com o mundo literário.




Facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *